YOGA busca um equilíbrio perfeito e pleno entre corpo e mente. Está associada a conceitos de paz e tranquilidade, mas também a energia e força.
REIKI acalma as tensões, alivia a dor, limpa o organismo, cura doenças agudas e crônicas, equilibra as emoções, remove as energias estagnadas, desbloqueando histórias de sofrimento e mágoas.

3ºYAMA – Asteya – Não Roubo

As principais razões para as pessoas roubarem são insegurança, egoísmo, ganância e o desespero da pobreza.
Ganância e desejo são as origens do roubo. O desejo nos mantém continuamente olhando para o futuro, para nossa própria realização, em vez de perceber que a perfeição é alcançada aqui e agora. A mente está constantemente voltada para o exterior, porque acredita que sua realização está situada no mundo externo.  O desejo provém do ego, da ideia do “eu”: eu quero, eu necessito, eu preciso ter. Examine seus desejos e você perceberá que o que está realmente querendo ou procurando é a felicidade e a alegria eternas, paz eterna, e amor eterno.  Para vivencia-los precisamos olhar para dentro, não podemos encontrar tudo isso fora de nós mesmos. Jesus disse: “O Reino de Deus já está no meio de vós”. (Lucas 17:21).
Conseguindo alcançar o amor, a alegria e a paz do seu interior, você também obterá tudo isso do exterior.
É com o esquecimento de nossa verdadeira identidade e de nosso relacionamento com Deus que nos sentimos perdidos, experimentamos a infelicidade e vivemos numa pobreza de consciência.  O Espirito de Deus habita em nós, mas enquanto não desenvolvermos uma percepção consciente da Sua presença em nós, Ele não poderá render frutos em nossa experiência.
Quando estamos conscientes, abertos ao universo, sintonizados com Deus e submetidos a Ele, a vida proporciona tudo o que precisamos e ainda mais. Vivemos somente quando nos relacionamos com Deus – estamos com Deus e Deus está conosco. Eliminem da sua mente todos os pensamentos negativos como carência, pobreza e fracasso. Deixe a sabedoria divina ser seu guia em tudo.
Asteya significa não privar outrem do que lhes pertence.
As pessoas roubam objetos materiais alheios, mas o roubo também pode acontecer num nível mais sutil. Para conseguir atenção e fama para nós mesmos podemos roubar das pessoas tempo, as afeições, as emoções, as atenções, as ideias e os pensamentos. Roubar também viola os princípios yama de veracidade, através da mentira e da desonestidade empregadas para encobrir o roubo; de não-violência, porque o roubo perturba a mente da vítima; e de não apego, por causa da ganância.


De olho na prática: Surya Namaskar

Loading...